domingo, 30 de novembro de 2014

Novena da Imaculada

2º dia
Maria do sim generoso
“Eis aqui a escrava do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra”. (Lc 1, 38)
Maria é a mulher do sim generoso, SIM que professou durante toda a vida. Costuma-se retratar o sim de Maria com as palavras ditas ao Arcanjo Gabriel, mas a verdade é que o sim de Maria começou em sua Imaculada Conceição e dura até hoje. O “como se fará isso” (LC 1,34) são prova de seu amor fiel a Deus.
O Fiat da anunciação é a aceitação não só da maternidade divina, mas de todas as suas consequências, ela confia que Aquele que a chama é capaz de realizar nela a sua “Palavra”! A generosidade consiste justamente em dar, em oferecer-se mesmo nos momentos difíceis em que tudo parece não ter sentido. Assim contemplamos Maria sofrendo com a decisão de José de abandoná-la; vemos colocando seu Divino Filho em uma manjedoura; fugindo para o Egito; apreensivamente o procurando em Jerusalém... Vemos Maria, com espadas traspassando seu imaculado coração, acompanhar Jesus até Calvário, fazendo-se também ela sacrifício ao Pai.
Também nós diariamente somos convidados a dar ao Bondoso Senhor o nosso sim, e “por pouco que meditemos nos nosso nada e na origem divina de tudo o que somos, reconhecemos facilmente, a nossa condição de servos diante do Senhor. O difícil é viver a servidão mediante a obediência” (Salvador Iglesias). Aprendamos, pois, de Maria a dar um sim generoso, mesmo quando as situações parecerem não concorrer para o bem, pois como Céu esta acima da terra, assim está o pensamento de Deus a cima dos nossos. Ele é sempre fiel, e sabe o que faz!
“Ave Maria Santíssima! Ave, cheia de graça e bendita entre as mulheres! [...] Eis a Mãe do Senhor nosso Jesus Cristo: ide ao seu encontro, ó meus sentimentos, meus olhares, minhas forças, meu coração e minha alma! Apresai-vos, correi, ide ao seu encontro; saudai-a, venerai-a, cantai-lhe um canto novo” (Nutriz 13).

Oração: Ó Maria, sois a estrela resplendente... elevada sobre o majestoso e imenso mar da vida, cintilante de mérito e resplandecente de exemplos. Quando, na instabilidade contínua da vida presente, percebo-me a vacilar entre as tempestades, sem apoios, fixo o olhar no fulgor de vossa estrela para não ser devorado pelos furacões. 
Se levantam-se os ventos das tentações e se me firo entre os escolhos das tribulações, olho para a estrela e te invoco, ó Maria. Se sou impelido pelas ondas da soberba, da ambição, da calúnia da inveja, olho a para a estrela e te invoco, ó Maria. Se a ira, a avareza, a concupiscência da carne sacodem a barquinha do meu espírito, olho-te, Maria. Se, perturbado pela enormidade dos meus delitos, confuso pelo mau odor de minha consciência, amedrontado pelo terror do meu juízo de Deus, começo a precipitar-me na voragem da tristeza e no abismo do desespero, penso em ti, Maria! Nos perigos, nas angustias, nas perplexidades, penso em ti, Maria e te invoco. Ó Maria, fica sempre em meus lábios e em meu coração!
Para impetrar o socorro de tua oração, não esqueço teus ensinamentos. Seguindo teus exemplos, não me abaterei! Invocando-te, não perderei a esperança. Se pensar em ti, não cairei no erro. Apoiado em ti, não resvalarei! Com tua proteção, de nada terei medo, com tua guia não me cansarei. Pelo teu beneplácito, chegarei ao termo, e assim experimentarei em mimo que significa o teu nome, ó Maria (São Bernardo).

Canto: Ó Maria, Concebida
Ó Maria, concebida sem pecado original, quero amar-vos toda a vida, com ternura filial.
Ref.: Vosso olhar a nós volvei! Vossos filhos protegei! Ó Maria, ó Maria,
vosso filhos protegei!
Mais que a aurora sois formosa, mais que o sol resplandeceis!
Do universo, Mãe bondosa, o louvor vós mereceis. Ref.
Nesta terra peregrina, nós buscamos vida e luz; Virgem Santa, conduzi-nos
Para o Reino de Jesus! Ref.
Exaltamos a beleza com que Deus vos quis ornar. Vossa graça de pureza venha em nós também brilhar. Ref.

sábado, 29 de novembro de 2014

Novena da Imaculada:

1º dia
Maria mulher prometida, a nova Eva
“Porei inimizade entre ti e a mulher, entre a tua descendência e a dela. Esta te ferirá a cabeça e tu lhe ferirás o calcanhar.” (Gn 3,15)
St. Agostinho com o coração em festa declara: “Feliz culpa, que nos mereceu tão grande salvador!”. Hoje iniciando esta novena á Imaculada poderíamos completar a frase declarando. Feliz culpa, que nos mereceu tão bondosa e soberana Mãe!
Maria “assim a chamavam seus pais”, ela é a mulher prometida, que os cristão invocam com amor e confiança. “No Paraíso o demônio prometia à mãe de todos os homens que seria com Deus. E em Nazaré  Gabriel  prometeu a Maria que seria a Mãe de Deus. Ali Eva, assentindo às promessas enganosas de exaltação que a serpente lhe fazia, levantou os olhos para o fruto proibido, as esperança soberba de, comendo-o, igualar-se a Deus. Aqui Maria baixa SOS seus e, como se quisesse recusar as honras que a palavra veraz do autêntico emissário de Deus lhe promete, proclama-se humildemente escrava do Senhor” (Salvador Iglesias).
“Querida e amada por Deus desde toda a eternidade”, e já anunciada desde o início da história da humanidade, quando nossos primeiros pais pecaram; ela “ocupa o primeiro lugar entre os que o Pai ‘escolheu em Cristo, antes da criação do mundo, para serrem santos e imaculados diante dele’ (Ef 1,4). Primeiro lugar, pela singular plenitude de graça e santidade com que Deus a adornou desde sua Imaculada Conceição; primeiro lugar porque prevista pelo Altíssimo junto com a Encarnação do Verbo” (Intimidade Divina- ID 120).
Maria é o “raio da esperança” que faz luz à escuridão do pecado “inimizades porei entre ti e a MULHER”.  A própria Virgem em Fátima declara a vitória final de seu Imaculado Coração, por isso não temamos recorrer a Maria .
Mãe dai-nos a graça de vencer o pecado e como verdadeiras nutrizes, caminhar com teu Jesus, nosso Esposo!
“Eu te venero e me prostro a teus pés, ó Santíssima Virgem! [...] Quanto me sinto obrigada para contigo [...] guarda-me e assisti-me sempre com a tua proteção ó Maria” (Nutriz 13)

Oração: Ó Maria, verdadeiramente sois bendita entre as mulheres, porque transformastes em benção a maldição contra Eva. De tal modo agistes que Adão... foi,  por vosso intermédio, abençoado. Verdadeiramente sois bendita entre as mulheres porque, por meio de vós, desceu a benção do Pai celeste sobre os homens e os libertou da antiga maldição. 
Verdadeiramente sois bendita entre as mulheres, porque por meios de vós encontraram a salvação vossos ancestrais, já que dareis á luz o Salvador, que obterá para eles a salvação de Deus. Verdadeiramente sois bendita entre as mulheres, porque sem intervenção humana produzistes o fruto que dá ao mundo inteiro a benção, e o resgata da maldição pela qual só produzia espinhos. Verdadeiramente sois bendita entre as mulheres, porque sendo simples mulher segundo a natureza, fostes verdadeira Mãe de Deus. De fato, se aquele que nascerá de vós é verdadeiro Deus encarnado, com todo o direito chamamo-vos Mãe de Deus, pois verdadeiramente gerastes Deus (São Sofrônio de Jerusalém).
Canto: Ó Maria Imaculada, doce Mãe da Providência, governai a nossa vida, com materna assistência. Consolai-nos na aflição, na dor, alcançai-nos o perdão de Deus, e nas trevas sede a luz, conduzindo a Jesus!
Acolhei, ó Mãe bondosa, nossas preces, nossos cantos. Ofendemos vosso Filho, nos defenda o vosso manto. Se é tão doce confiar em vós, que alegria não será vos ver!...Concedei-nos, Mãe de Deus, Vos saudar lá nos céus!



segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Eles também foram chamados!

Josué o sucessor de Moisés

"Toma Josué, filho de Num, no qual reside o Espírito, e impõe-lhe a mão [...]. Tu o investirás da tua autoridade, a fim de que toda a assembléia dos israelitas lhe obedeça." (Nm 27)
Bendito seja o Senhor em sua infinita bondade, que em momento algum deixou na orfandade o seu povo!
Eis aqui mais um eleito, mais um consagrado. Será que Josué merecia tal graça? Muito provavelmente não, como em todas as eleições de Deus, Ele não olha para o merecimento do escolhido, mas o faz por puro amor e benevolência.
O Senhor ao ordenar a escolha de Josué ressalta uma característica importante, sem a qual não existe vocação autêntica: "nele reside o Espírito". É ele o autor e consumador de toda obra verdadeira do Reino é Ele quem inspira em cada um de nós " o querer e o fazer".
Cristo ao subir aos Céus prometeu aos Apóstolos o Consolador, o fato é que esquecemo-nos constantemente deste Doce Hóspede de nossa alma. Se algo de bom há em nós é porque Ele suscita e faz crescer com a nossa colaboração. 
Peçamos constantemente ao Senhor, que em nós possa residir o Espírito, que nos atraia os olhares de Deus.

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Eles também foram chamados!

Moisés não entra na terra prometida

O senhor disse a Moisés:"Sobe a esse monte Abarim, e contempla a terra que hei de dar aos israelitas. Depois de a teres visto, serás reunido aos teus, como o teu irmão Aarão, porque no deserto de Sin, na contenda da assembleia, fostes rebeldes  à minha ordem, não manifestando a minha santidade diante deles na questão das águas". (Nm 27)
Moisés contemplou a terra prometida, mas não pode entrar  pois havia duvidado que deus faria brotar água da pedra mesmo depois de tantos prodígios que já havia visto.
Em verdade somos todos assim, e Deus sabe, caminhamos entre fidelidades e infidelidades, quando Ele permanece fiel; por este motivo deve ser a nossa oração constante, pois à medida que "tratamos de amizade" com o Senhor vamos crescendo no amor e quem ama confia.
É assim também a caminhada vocacional, quantas vezes vemo-nos diante do mistério de Deus que parece grandioso demais aos nossos olhos! Porém, ainda que sejamos fracos, Ele não nos abandona, caminha conosco, e tabém a nós diz: "Contempla..." a minha obra! Apesar de não ter entrado na terra prometida, aquela passageira, Moisés mereceu a que não passa e assim pode contemplar a face d'Aquele que tanto amou e serviu por toda a sua vida.
Confie e Deus realizará em ti maravilhas!