domingo, 18 de março de 2012

SÃO JOSÉ, ROGAI POR NÓS!


 "A Quaresma interrompe-se, de certo modo, para celebrar a solenidade de São José, esposo de Maria. Esta festa, que já existia em numerosos lugares, fixou-se nesta data durante o século XV, e em 1621 estendeu-se a toda a Igreja universal como dia de preceito. Em 1847, o Papa Pio IX nomeou São José Padroeiro da Igreja universal. A paternidade de São José não diz respeito somente a Jesus -  junto de quem fez as vezes de pai-, mas à própria Igreja, que continua na terra a missão salvadora de Cristo. Assim  o reconheceu o Papa João XXIII ao incluir o seu nome no Canôn Romano,  para que todos os cristãos, no momento em que Cristo se faz  presente no altar, venerem a memória daquele que gozou da presença física do Senhor na terra".

                 Por isso peçamos,  hoje, a São José aquela juventude interior "que nunca falta quando há uma entrega verdadeira aos firmes compromissos  que um dia se assumiram, e uma renovação ardente desses compromissos contra vento e maré, numa fidelidade que é felicidade". Peçamos "ao Santo Patriarca por todos aqueles que esperam de nós essa permanente alegria interior, consequência necessária da entrega a Deus e que os há de arrastar até Jesus, a quem sempre encontrão muito perto de Maria"
Texto retirado do livro Falar com Deus, nº 6, Francisco Fernadez-Carvajal
Glorioso São José, rogai por nós!


sábado, 17 de março de 2012

O desafio do Apostolado

O apostolado é uma resposta de amor ao pedido insistente do Menino Jesus de levá-lo ao coração dos homens. Nós temos como principal missão “fazer Jesus nascer e crescer nos corações” e, por meio da catequese, esta missão se aplica principalmente com jovens e crianças.
         O mundo de hoje arrasta os pequeninos desde o berço a uma realidade “fácil’’ e sem sacrifícios. Nota-se bem que as crianças de hoje são movidas por tudo o que é eletrônico, e isto significa que atividades muito simples tornam-se difíceis pela ausência de um mouse ou de uma tecla.
Desta forma, encontramos mais alguns obstáculos para a evangelização. E devo acrescentar: obstáculos superáveis.
O catequizando anseia encontrar na catequese simplesmente o amor de Deus por meio de seus companheiros e catequistas, e quando os encontra sente-se motivado a participar das catequeses. Passando desta etapa temos um desafio ainda maior: mantê-lo no caminho. A catequese quando preparada com amor e capricho torna-se ainda mais atrativa, mesmo sem ter que utilizar meios eletrônicos.
Nós (da Casa de Formação em Brasília – Brasil) temos acompanhado uma realidade bem distinta entre as cidades que atuamos em 2011; sendo elas: Santa Maria (Paróquia Santa Mãe de Deus), P Sul - Ceilândia (Paróquia Cristo Rei) e Ceilândia (Paróquia Santo Antônio). Realidades distintas, mas com os mesmos desafios.
Há vários anos as irmãs brasileiras têm desenvolvido e aprimorado métodos para que a catequese deixe as características de uma simples sala de aula para ser um lugar de aprendizado e de comunhão entre irmãos que buscam o mesmo fim que é Jesus Cristo. Atualmente estamos desenvolvendo atividades que estimulam o conhecimento humano e cristão para que todos possam aprender na prática o que Deus nos quer ensinar.
Um exemplo disso é a Feira Bíblica que geralmente ocorre em setembro em comemoração ao mês da Bíblia. Fazer o catequizando ler a Bíblia é muito bom, melhor ainda é fazê-lo participar do contexto bíblico e descobrir que as Sagradas Escrituras possuem ensinamentos riquíssimos que acompanham toda a nossa vida. Algumas atrações dos eventos de 2011:


                                                                                                                       Anuncio do Anjo à Virgem Maria
                                                                                                                                             Paróquia Santa Mãe de Deus
                     A Arca de Noé
                                    Paróquia Santa Mãe de Deus

                          Madre Ana Moroni
                                                    Paróquia Cristo Rei
















     Santa Bakita
    Paróquia Cristo Rei 



Desenvolvemos também atividades esportivas, como a gincana catequética. Jogos simples e que muitas vezes são substituídos por vídeo games e computadores voltam a fazer parte deste mundo infanto - juvenil catequético.
A seguir as fotos da gincana catequética em Santa Maria.










































O Auto de Natal também tem dado certo por aqui. É uma maneira encontrada para que crianças e jovens aprendam e ensinem a comunidade a qual pertencem o verdadeiro sentido do Natal. É um evento com dança, ence nações e muito mais...


 Auto de Natal na Paróquia Cristo Rei - P sul

É! Mas com tantas atividades não podemos deixar de lado o essencial catequético: O amor de Deus. Eventos ao longo do ano ajudam desde que não sejam rotineiros.
Isso só é possível com a ajuda de nossos amigos catequistas, que com generosidade também doam suas vidas para a glória de Deus.
Assim o nosso apostolado se torna mais dinâmico e sem perder o brilho principal.
Para nós, principalmente, o apostolado seja sempre uma manifestação de amor ao Menino Jesus e que sejamos sempre um reflexo desse amor em todos os lugares em que atuamos.

Irmã Maria Rosilane








quarta-feira, 7 de março de 2012

LEMBRANÇAS DA CATEQUESE 2011.

“Fazer Jesus nascer e crescer nos corações: eis a nossa grande Missão”


Durante o ano de 2011 exercemos o nosso Apostolado em diversas Paróquias da Arquidiocese de Brasília, dentre elas a Paróquia Cristo Rei, situada na cidade satélite de Ceilândia.
                A Paróquia está localizada em uma parte da cidade de Ceilândia onde a situação da população é muito precária, com um alto índice de violência, promiscuidade e de uso de drogas, principalmente entre os adolescentes e jovens.
1ª Comunhão
                Há três anos e meio a nossa Congregação foi convidada, pelo antigo Pároco, a colaborar com o trabalho da Catequese realizado na Paróquia Cristo Rei, que atualmente tem como Pároco o Pe. Claudemir de Andrade e como Vigário Paroquial o Pe. Fernando Alves. A Catequese durante o ano de 2011 contou com cerca de 450 catequizandos entre crianças, jovens e adultos, com 9 Catequistas leigos, 4 Irmãs, 2 noviças, 1 Postulante e 1 Aspirante. O trabalho Catequético nesta comunidade é realizado aos sábados dividido em 3 turnos na Paróquia e 1 turno em cada Capela, sendo dividido em um total de 24 turmas separadas por idades, ou etapas.
Auto de Natal 2011
1ª Comunhão
                
No ano de 2011 receberam o Sacramento da Crisma 32 Jovens e 51 crianças receberam Jesus na Eucaristia pela primeira vez.
                A realidade da Paróquia Cristo Rei nos recorda os primórdios da nossa Congregação em que a Madre Ana percebendo e acolhendo as necessidades do seu tempo via nas pessoas o rosto do Pequenino de Belém e do Cristo sofredor. Recordamos de modo particular a sua solicitude em acolher as nove jovens que foram encaminhadas a ela pelo Pe. Cósimo, para serem formadas humana e espiritualmente. Ela com todo amor de mãe e discípula de Cristo soube formar aquelas jovens na fé, mostrando-lhes a alegria de viver segundo os ensinamentos de Cristo.
Capela S. Bakhita
                Em nossos tempos a situação não é diferente, encontramos muitas crianças e jovens dilacerados pelos atrativos de um mundo cruel que escraviza e destrói a dignidade do homem, criado à imagem e semelhança de Deus. “Por isso, torna-se muito atual e viva a figura da Madre Ana Moroni que, ainda hoje, tem algo a nos dizer”, pois no rosto dessas crianças e jovens desta Paróquia pudemos, durante este ano que passou, ver a sede do Eterno, à qual nós Irmãs Oblatas do Menino Jesus somos chamadas a conduzir à fonte de água viva onde temos experimentado o dom de Deus: “Se conhecesses o dom de Deus...” (Jo 4, 10)
Com. S. Maria Goretti
                Agradecemos ao Senhor por nos ter chamado a esta Missão tão bela de fazê-lo nascer e crescer, primeiramente em nossos corações, e nos corações daqueles que Ele nos tem confiado.
Ó Caríssimo Menino Jesus, nada queremos negar-vos. Dai-nos, pois,
a graça de realizar esta tão sublime Missão, à qual nos chamas.








Ir. Maria Treicy Anne, Ir. Maria Elisângela e Ir. Maria Poliana (OMJ)